terça-feira, 8 de julho de 2014

“Não canse quem te quer bem”

“Não canse quem te quer bem” – Martha Medeiros


“Foi durante o programa Saia Justa que a atriz Camila Morgado, discutindo sobre a chatice dos outros (e a nossa própria), lançou a frase: “Não canse quem te quer bem”. Diz ela que ouviu isso em algum lugar, mas enquanto não consegue lembrar a fonte, dou a ela a posse provisória desse achado.
Não canse quem te quer bem. Ah, se conseguíssemos manter sob controle nosso ímpeto de apoquentar. Mas não. Uns mais, outros menos, todos passam do limite na arte de encher os tubos. Ou contando uma história que não acaba nunca, ou pior: contando uma história que não acaba nunca cujos protagonistas ninguém jamais ouviu falar. Deveria ser crime inafiançável ficar contando longos casos sobre gente que não conhecemos e por quem não temos o menor interesse. Se for história de doença, então, cadeira elétrica.
Não canse quem te quer bem. Evite repetir sempre a mesma queixa. Desabafar com amigos, ok. Pedir conselho, ok também, é uma demonstração de carinho e confiança. Agora, ficar anos alugando os ouvidos alheios com as mesmas reclamações, dá licença. Troque o disco. Seus amigos gostam tanto de você, merecem saber que você é capaz de diversificar suas lamúrias.
Não canse quem te quer bem. Garçons foram treinados para te querer bem. Então não peça para trocar todos os ingredientes do risoto que você solicitou – escolha uma pizza e fim.
Seu namorado te quer muito bem. Não o obrigue a esperar pelos 20 vestidos que você vai experimentar antes de sair – pense antes no que vai usar. E discutir a relação, só uma vez por ano, se não houver outra saída.
Sua namorada também te quer muito bem. Não a amole pedindo para ela explicar de onde conhece aquele rapaz que cumprimentou na saída do cinema. Ciúme toda hora, por qualquer bobagem, é esgotante.
Não canse quem te quer bem. Não peça dinheiro emprestado pra quem vai ficar constrangido em negar. Não exija uma dedicatória especial só porque você é parente do autor do livro. E não exagere ao mostrar fotografias. Se o local que você visitou é realmente incrível, mostre três, quatro no máximo. Na verdade, fotografia a gente só mostra pra mãe e para aqueles que também aparecem na foto.
Não canse quem te quer bem. Não faça seus filhos demonstrarem dotes artísticos (cantar, dançar, tocar violão) na frente das visitas. Por amor a eles e pelas visitas.
Implicâncias quase sempre são demonstrações de afeto. Você não implica com quem te esnoba, apenas com quem possui laços fraternos. Se um amigo é barrigudo, será sobre a barriga dele que faremos piada. Se temos uma amiga que sempre chega atrasada, o atraso dela será brindado com sarcasmo. Se nosso filho é cabeludo, “quando é que tu vai cortar esse cabelo, garoto?” será a pergunta que faremos de segunda a domingo. Implicar é uma maneira de confirmar a intimidade. Mas os íntimos poderiam se elogiar, pra variar.
Não canse quem te quer bem. Se não consegue resistir a dar uma chateada, seja mala com pessoas que não te conhecem. Só esses poderão se afastar, cortar o assunto, te dar um chega pra lá. Quem te quer bem vai te ouvir até o fim e ainda vai fazer de conta que está se divertindo. Coitado. Prive-o desse infortúnio. Ele não tem culpa de gostar de você.”


8 comentários:

Roselia Bezerra disse...

Olá, querida Alê
Verdade!!!
Até o amor fica exausto se não medirmos nosso comportamento diário...
Bjm fraterno de paz e bem

Allê Monteiro disse...

E como fica exausto.
Como diz a minha mãe: tudo demais cansa!
Tem que ter a dosagem certa...auto controle,equilíbrio e bom senso!
Uma semana abençoada!!!
Bjssssssss
Allê

✿ chica disse...

Que texto lindo, bom de ler , como tudo da Martha e que nos faz pensar.Gostei!@ beijos, tuuuuuuuuuudo de bom,lindo dia! chica

Lauisa Nogueira disse...

Belo texto....boa reflexão...beijus

Allê Monteiro disse...

Realmente Chica!
Todos os textos da Martha são excelentes e esse nos leva a uma enorme reflexão.
Um dia abençoado!!!
Bjsss
Allê

Allê Monteiro disse...

Bom dia Lauisa!!
Belo texto mesmo e que nos leva a pensar!!
Um dia abençoado para você!!
Bjssss
Allê

Aninha - Atitude Beleza e Cia disse...

Oi Allê! Obrigada pela visita! Li seu post sobre os livros e também tenho vontade de ter uma estante específica para os meus. Muito lega esse texto, as vezes nos esquecemos de nos colocar no lugar dos outros para saber se nossas atitudes estão cansando ou não. É muito importante refletir sobre porque podemos fazer sem pensar.
Bjim =)

Allê Monteiro disse...

Olá Aninha!
Obrigada pela visita também. Quando li este texto pensei muito que ás vezes a nossa carência pode ser tão grande que a gente não percebe, não se coloca no lugar do "outro" e não sabemos as razões porque muitos se afastam de nós.
Agimos,muitas vezes sem pensar!
Bjssssss e um finalzinho de semana abençoado!
Allê