quinta-feira, 9 de abril de 2015

{As lições que aprendi nos meus 41 anos de vida}



Hoje vou partilhar convosco as lições/atitudes que aprendi nos meus 41 anos de vida. Espero que também sejam úteis, para as vossas próprias vivências.

1) Aprendi a não ficar a remoer nos momentos tristes do passado. É preferível recordar os momentos felizes.
2) Leio muito, procuro informação credível e formação que me inspire a agir.
3) Procuro implementar o que aprendo na prática. Tenho a sensação que finalmente assumi o controlo da minha vida e que sou responsável pelas minhas escolhas.
4) Não sonho somente com objetivos futuros, traço planos para os alcançar. Para além disso, todos os dias faço um pouquinho para seguir em frente e viver o que considero ser o meu «propósito de vida».
5) Aprendi a dizer não, quando é necessário. Passei a concentrar-me em vários áreas da minha vida e não somente no trabalho (ok, mas as últimas semanas não foram um bom exemplo).
6) Invisto nas atividades que me fazem feliz, incluindo-as na minha agenda.
7) Agradeço diariamente a Deus pelas coisas boas que tenho na minha vida.
8) Aprendi que as experiências positivas são muito mais valiosas do que os objetos. 
9) O excesso de objetos também nos faz perder tempo precioso, pelo que comecei a investir na simplicidade.
10) Dedico mais tempo a pequenos gestos, que nutrem as minhas relações.
11) Comecei a prestar mais atenção ao meu corpo e à minha mente. O equilíbrio de ambos é necessário para o bem-estar e para a própria auto-estima.
12) Reconheci que todos nós podemos contribuir para um mundo melhor: através da solidariedade, da defesa do ambiente, do voluntariado, do contágio com emoções positivas…
13) Tomei consciência de que tenho de ser um bom exemplo para os meus filhotes. Os filhos seguem mais o nosso exemplo, do que as nossas palavras, e acredito que o destino das sociedades depende muito da qualidade da educação que damos às crianças/adolescentes (falo também do sentido de ética, honestidade, positivismo, resiliência, etc.).
14) Se as coisas estiverem a correr mal, tenho em mente que tudo passa. Não é possível ter maus momentos todo o tempo.
15) É importante nunca desistir de ser feliz. É a felicidade (e o amor) que faz com que a vida valha a pena.

Ainda tenho muito para aprender. Mas para já, penso que estou no bom caminho! 
Vivendo e aprendendo todos os dias!
Cada dia é uma oportunidade para se aprender!


2 comentários:

Alessandra Santos disse...

Olá!
Lindo post!
E tem muitas coisas ai q. preciso rever na minha vida!!!
Não é tão fácil né? Acredito que só com o tempo a gente começa a ver as coisas de maneiras mais clara, sem ilusões...sinto isso...tem certas coisas q. antes eu achava Maravilhoso e hj vejo q. não tem importância alguma...
Lindo dia!
Um super bjo!

Alê - Bordados e Crochê
Fã Page

Allê Monteiro disse...

Oi Alessandra??
Confesso, que a gente sofre muito para aprender muitas coisas e mesmo assim não conseguimos superar tudo, chegar num certo nível de maturidade é uma tarefa árdua. Eu ainda estou caminhando, aprendi pouco mas, espero aprender mais para ser mais leve comigo,me polpar de certas dores tão banais!!
Obrigada pelo carinho!!!
Bjssssssssssssss